Como Usar a Tecnologia na Educação

Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)

Todos os dias as tecnologias de informação e comunicação (TIC) mudam algum hábito de nossas vidas. Se antes precisávamos ligar para a empresa de delivery para receber uma pizza em casa depois de um longo tempo, hoje podemos pedir pela internet ou celular, acompanhar o trajeto do entregador e reclamar para milhões de pessoas nas redes sociais se não gostamos do atendimento.

Essa utilidade é ótima, mas seria bastante interessantes se pudéssemos lhes dar serventias em outros campos como a educação, por exemplo. Atualmente, as novas tecnologias fazem parte da rotina de casas, empresas, hospitais e indústrias. E já fazem parte de alguma forma da educação, porém, o que se observa é uma luta entre os educadores e a tecnologia ao invés de uma parceria que seria bastante benéfica.

Como Usar a Tecnologia na Educação?

Seria ingênuo pensar que essas tecnologias já não estão dentro das escolas, pois hoje em dia mesmo jovens menos abastados já tem um smartphone com acesso a internet. A grande discussão que se tem no mundo todo nesse momento é como utilizar a tecnologia como uma aliada e não uma vilã.

Dentre aqueles que defendem o uso cada vez maior dessas tecnologias na educação as propostas que mais aparecem são a de usar sistemas digitais para simplificar o dia a dia dos educadores oferecendo um controle mais preciso e simples de frequência e notas além de uma utilização específica para ensinar.

Disparidades

Uma das grandes dificuldades em se pensar em como utilizar a tecnologia na educação no Brasil é a disparidade que existe entre as escolas públicas e privadas. Algumas escolas já oferecem tablets para que seus alunos acompanhem as aulas e resolvam exercícios, porém, outras nem mesmo computadores ultrapassados tem para oferecer.

Além disso, há que se observar que existe uma certa resistência em aceitar o uso de aparelhos e equipamentos na sala de aula. Pense em quanto tempo houve proibição de usar calculadora nas aulas de aritmética. A discussão pode caminhar para vertentes como a possibilidade de ensinar ortografia num editor de texto em vez de cadernos de caligrafia.

Os especialistas em educação acreditam que se deve evitar os posicionamentos radicais, contra ou a favor. Existem muitas questões apontadas por aqueles que são contra que devem ser levadas em conta. Em suma é importante que a tecnologia sirva a pedagogia e nunca o inverso.

Recursos

Alguns recursos tecnológicos deveriam ser adicionados ao dia a dia das escolas uma vez que tem grande potencial para ajudar os alunos a compreender melhor aquilo que está estudando. Imagine, por exemplo, como seria bem menos abstrato estudar as células se pudéssemos vê-las em três dimensões ou mesmo observar as galáxias distantes da nossa através de um telescópio em órbita.

Um recurso que poderia ser bastante aproveitado em sala de aula é com certeza a de visitas a museus do mundo todo pela internet. Os recursos tecnológicos voltados para a educação não param de ser criados e não é nem justo pensar em privar os estudantes brasileiros da possibilidade de aprenderem mais e melhor com a ajuda deles.

Dentre os recursos que as escolas públicas já possuem de tecnologia estão retroprojetores, telões e algumas tablets. Os avanços e novas possibilidades não param de aparecer e a distância do homem dos aspectos mínimos da natureza e máximos do universo podem estar cada vez mais próximos dos olhos.

Diálogo Moderno

Com o passar das décadas as mães deixaram de ser apenas donas de casa e passaram a trabalhar fora também o que diminuiu o tempo de que elas dispõem para se interar dos assuntos dos filhos na escola. O diálogo entre pais e educadores foi desaparecendo e observamos que isso faz muita falta na vida desses jovens.

As novas tecnologias da informação e comunicação poderiam vir a suprir essa falta restabelecendo o diálogo entre as famílias e a escola. Além de poder fazer dos pais mais participativos essas tecnologias e até redes sociais poderiam ser usadas para que os estudantes discutissem entre eles e com seus professores a respeito de trabalhos e conteúdos que foram passados em sala.

Intercâmbio de Informação

A internet deu novo sentido ao conceito de globalização, hoje em dia se quisermos saber mais detalhes de um país como o Camboja, por exemplo, é possível tentar contato com alguém que more lá. Ninguém está longe de ninguém de certa forma, pois é possível acompanhar tudo o que acontece do outro lado do mundo com apenas alguns cliques.

Sendo assim é possível ter um maior intercâmbio de informação entre as escolas do país e escolas de outras localidades. Com isso se tem a formação de uma cidadania global o que ajuda a preparar a pessoa para um mercado de trabalho que está cada vez mais focado em interdisciplinaridade e globalização.

Um ponto interessante desse contato mais direto que pode existir com outros países é o de se sentir solidário com desastres naturais ocorridos nesses países bem como com outras situações críticas. Uma maneira de fazer com que a escola seja elevada a uma condição de escola global.

Tecnologia Humana

Quando se pensa em tecnologia voltada para a educação não se pode esquecer do lado humano que precisa existir. Uma pessoa que possui centenas de seguidores ou amigos virtuais pode ser na verdade uma pessoa que se encontra numa situação de risco por não ter pessoas de verdade com quem falar. Muitos jovens tem trocado as experiências de praticar esportes coletivos, por exemplo, por horas num chat do Facebook com pessoas que nem fazem parte da sua realidade.

Devido a isso a escola deve oferecer uma contraposição real ao universo virtual por meio de aulas que sejam participativas e em que se perceba como o fator humano é de suma importância. Atividades como grupo teatrais, campeonatos esportivos, laboratórios de experiências bem como outros devem ser mantidos.

Não dá para fazer tudo ao mesmo tempo, mas é possível tentar conciliar as tecnologias com a interação em sala de aula de maneira a oferecer um ambiente mais saudável para os estudantes.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Noticias

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.