Empresas do Vale do Silício

Conhecendo o Vale do Silício

O Vale do Silício, cujo nome em inglês Silicon Valley fica localizado na Califórnia, Estados Unidos. Trata-se de uma região em que na década de 1950 algumas empresas se instalaram com o objetivo de criar inovações para as ciências e tecnologia. Com o passar do tempo esse vale ficou conhecido mundialmente pela sua produção de circuitos eletrônicos para a eletrônica e para a informática.

https://www.youtube.com/watch?v=jFeITGfEQWU

Esse vale se estende por algumas cidades da Califórnia pegando uma parte de São Francisco e cidades como Palo Alto e Santa Clara chegando até aos subúrbios de São José. A região teve o primeiro impulso para crescer e se desenvolver como um celeiro de empresas inovadoras com a Segunda Guerra Mundial, entretanto, foi somente na década de 1990 que a região ganhou a fama e o prestígio que tem hoje.

Feitos do Vale do Silício

Para se ter uma ideia foi no Vale do Silício que empresas do segmento eletrônico criaram transistores e outras peças para mísseis e circuitos integrados para computadores que foram utilizados nas naves Apollo. Além disso, boa parte das empresas que hoje são sinônimos de sucesso na eletrônica e informática começaram e continuam a fazer parte dessa região.

Dentre as grandes empresas que nasceram no Vale do Silício estão Apple Inc., Electronic Arts, Facebook, Microsoft, Yahoo!, eBay, entre várias outras. Nenhuma outra região do mundo consegue superar essa parte da Califórnia. A segunda maior aglomeração de empresas de tecnologia está no Silicon Wadi em Israel.

Como Tudo Começou…

O Nascimento do Vale

O Vale do Silício é visto como um lugar especial para as empresas de tecnologia de ponta desde o começo do século XX. Essa área começou como um espaço para experimentos e inovações em segmentos como rádio, TV e criação de produtos eletrônicos militares.

Os estudantes da Stanford University têm um papel bem importante na história da consagração do Vale do Silício. Um dos motivos pelos quais essa área conseguiu chegar tão longe foi o espírito colaborativo que existe na região. Líderes da Stanford University enxergaram o desenvolvimento dessa região como uma verdadeira missão para o Ocidente, isso já na década de 1890.

O Nascimento das Empresas

Durante os primeiros 50 anos de existência do Vale do Silício houve um forte sentimento regionalista que alinhou os interesses de Stanford com os das empresas de tecnologia. Foi a partir das décadas de 1940 e 1950 que começaram a ser criadas empresas no vale devido ao incentivo do reitor da Universidade de Stanford Frederick Terman que entrou para a história como o “pai do Vale do Silício”.

As empresas foram sendo criadas em torno do campus de Stanford. Com o apoio de empresas privadas as empresas do vale começaram a chegar a inovações do segmento de informática e eletrônica. Foi nessa primeira leva de inovações que foram criadas empresas como a Xerox PARC, Bell Telephone Laboratories, ARPANET (antecessora da internet) entre várias outras.

As Empresas do Vale do Silício

Escritórios de Advocacia

Conforme o Vale do Silício foi expandindo e ganhando novas empresas se mostrou necessário criar uma infraestrutura adequada. Na década de 1980 empresas dos Estados Unidos e depois internacionais instalaram escritórios de advocacia na região com o objetivo de gerir e resolver questões de disputas entre as empresas que estavam lá instaladas bem como contribuir para o processo de capitação de recursos.

Para tornar possível o pleno desenvolvimento de novas empresas o estado da Califórnia tem diversas leis que ajudam os empresários como, por exemplo, a proibição quase que total de cláusulas de não-concorrência nos contratos feitos pelas empresas.

As Empresas de Capital de Risco

No começo da década de 1970 começou a aparecer as empresas de capital de risco isso porque estavam pipocando novas indústrias nas áreas de computadores, programação entre outras. O Vale do Silício oferecia um espaço enorme e relativamente barato e foi assim que essa região assistiu ao nascimento dessas empresas consideradas como de capital de risco.

A primeira dessas empresas foi a Kleiner Perkins no ano de 1972. Além disso, houve uma explosão do capital de risco depois do primeiro grande sucesso da Apple no mês de dezembro de 1980.

O Software

Os semicondutores que no início eram o grande destaque no Vale do Silício ainda têm um lugar de destaque na economia da região, mas perderam de certa forma o posto de principais sucesso para as inovações em software e serviços de internet. O trabalho desenvolvido nessa região contribuiu de forma significativa para a criação de sistemas operacionais e softwares que se tornaram um grande sucesso mundial.

Criações do Vale do Silício

Talvez você não saiba, mas o mouse e ferramentas de colaboração que se baseiam em hipertexto foram criados no Vale do Silício por Doug Engelbart na década de 1960 usando recursos da NASA e da Força Aérea dos EUA. Engelbart trabalhou nessas inovações enquanto trabalhava Stanford Research Institute (SRI International), porém, devido a problemas pessoais ele acabou perdendo o financiamento.

Depois disso a XEROX contratou os melhores colaboradores de Engelbart e nas décadas de 1970 e 1980 essa empresa realizou grandes feitos em relação ao desenvolvimento de programação voltada a objetos, interfaces gráficas e a impressoras a laser.

Bolha do Ponto.com

A bolha do ponto.com ou bolha da internet tem como um dos pontos de origem o Vale do Silício. Para os analistas essa bolha teve seu início na década de 1990 e chegou ao seu grande colapso em abril de 2000 quando houve uma queda drástica na bolsa eletrônica de Nasdaq.

Porém, mesmo com a queda das ponto.com essa região ainda mantém a sua fama de ser uma das maiores em pesquisa e desenvolvimento do mundo. Para se ter uma ideia uma pesquisa realizada em 2006 revelou que das 20 cidades mais inovadoras do mundo 12 ficavam no estado norte-americano da Califórnia sendo que 10 delas fazem parte do Vale do Silício. A cidade de São José é a que mais se destacou com 3.867 patentes no ano de 2005. Em segundo lugar ficou Sunnyvale com 1.881 patentes.

Não se pode negar a importância que o Vale do Silício tem para o mundo e muitas empresas ainda buscam essa região para começar as suas inovações tecnológicas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Noticias

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.