Só “Delete”Não Faz Eles Sumirem!

Eu vejo arquivos deletados…” “Com que frequência?” “Todo o tempo.” Esse não é um diálogo tão improvável assim. Está certo que se parece mais com algo que se encontraria em algum show de comédia do improviso, mas estamos tentando falar sério por aqui, não é mesmo? Só o tradicional “Delete” nos arquivos que não são mais úteis não faz que eles sumam de fato. E pode deixar essa de querer ser espertinho pensando: “Se eu apertar ‘Shift+Delete’ eles se vão sim!” De fato “Shift+Delete” faz os arquivos do seu computador sumirem da sua vista, mas eles ainda estão guardados no disco rígido em um lugar que poderia ser conhecido como o “purgatório”, entre o mundo dos arquivos vivos — lê-se ativos — e os arquivos mortos — lê-se sobrescritos.

Computador

Por Que Eles Não Somem?

A razão para os arquivos do disco rígido não serem sumariamente apagados toda vez que você resolve manda-los para o beleléu é simples: o processo de exclusão completo é lento e não faz exatamente muito bem ao seu disco rígido. Ao excluir um arquivo definitivamente usando-se o “shift+Delete” o sistema operacional simplesmente finge que o arquivo não existe. Os registros referentes àquele arquivo são excluídos da tabela mestra de arquivos do sistema. Quando um arquivo deixa de constar na “lista de honra” do sistema operacional, seu espaço é marcado como disponível e será preenchido por outros arquivos assim que necessário.

Arquivo

Daí a possibilidade de se recuperar um arquivo já apagado pelo usuário. Os dados referentes ao arquivo continuam no disco rígido enquanto o espaço não é preenchido por novas informações. Mesmo a formatação pode deixar para trás traços da existência de arquivos. Tal propriedade dos discos faz com que empresas prefiram muitas vezes destruir os discos rígidos de máquinas que trataram informações confidenciais a reaproveita-los ou revende-los. O mesmo vale para pendrive e discos flash removíveis, a exclusão de arquivos somente faz com que eles não sejam lidos pelo sistema operacional, mas ele ainda está lá e pode ser recuperado.

Como eu Acabo de Uma Vez Por Todas Com Esses Arquivos?

Se você quiser dar uma de Neymar e sair mandando embora de vez os arquivos da sua máquina, ou simplesmente desaparecer com alguma coisa que não deveria ser vista em hipótese alguma, há soluções para isso. Há uma série de programas, alguns gratuitos, outros pagos, para fazer a exclusão definitiva de dados. Como exemplos pode-se citar o HD Shredder, o File Shredder, Ace Eraser File Shredder e o File Shredder. Esses programas eliminarão de vez quaisquer traços da existência dos arquivos “demitidos” do seu computador.

Só “Delete”Não Faz Eles Sumirem!

Zero Fill

Se nada disso atender às suas necessidades, você ainda pode apelar para o Zero Fill. O processo de formatação de mais baixo nível deixa todas as trilhas de dados do seu disco rígido marcadas como zero. O processo não perdoa nada, nem mesmo partições são poupadas do atropelamento do Zero Fill. O processo encontrado em alguns programas de recuperação de discos deixará o seu HD como se tivesse acabado de sair da fábrica. Os fabricantes de discos rígidos, no entanto, recomendam cautela ao se usar o processo de Zero Fill, pois seu uso repetido pode ocasionar danos ao hardware. Por isso, use-o com sabedoria apenas em último caso.

Por Thiago Resende

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Sistemas Operacionais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.