Primeiro Notebook da Apple

É muito curioso pensar que nossos pais e avós não tinham acesso a aparelhos eletrônicos tão práticos e funcionais como os que temos hoje e que provavelmente nossos filhos e netos se assustarão com a defasagem dos equipamentos atuais comparados com os do futuro. Olhando para o passado nos surpreendemos ao saber que faz pouco mais de 30 anos que a Apple lançou o seu primeiro notebook.

Se hoje a marca da maçã é reconhecida por seus notebooks extremamente finos e leves no início oferecia a seus clientes verdadeiros ‘trambolhos’. Como os computadores pessoais ainda eram uma novidade os adeptos da tecnologia se impressionavam com a possibilidade de ter uma máquina portátil, mesmo que ela fosse pesada e oferecesse pouco tempo de uso.

Colby WalkMac – O Primeiro Notebook da Apple

No ano de 1987 a Apple lançava no mercado o precursor dos MacBooks, o Colby WalkMac. O fabrico desse notebook não era realizado pela Apple, mas sim pela Colby Systems que na década de 1980 foi uma pioneira no desenvolvimento de equipamentos eletrônicos. O primeiro Macintosh que trabalhava com bateria era grande e pesado, um dos seus diferenciais era ter um display LCD. Seu processador era um Motorola 68030 16 MHz algo que contribuiu para mantê-lo bem nas vendas durante anos.

Ficha Técnica do Colby WalkMac

  • Ano de fabricação: 1987
  • Modelo: CPD-1
  • Peso: Quase 6 kg (tinha que ter braço forte!)
  • Sistema Operacional: System 6.0.3
  • Memória: 1 MB
  • Valor: Em torno de US$ 6 mil dólares – Corrigindo esse valor para os dias atuais ficaria em torno de US$ 11.935,96 que em reais fica por R$ 24.500,00.

Macintosh Portable – O Primeiro Notebook Fabricado pela Apple

O WalkMac de 1987 foi o primeiro notebook lançado pela Apple, no entanto, o primeiro aparelho produzido pela empresa da maçã foi o Macintosh Portable. O modelo que chegou ao mercado em 1989 embora funcionasse a bateria não podia ser usado enquanto carregava. Basicamente o usuário devia carrega-lo antes de utilizar, pois as duas coisas ao mesmo tempo não eram possíveis.

No quesito praticidade o nome modelo não ganhou muito, pois continuava com mais de 10 cm de espessura e pesava mais do que 7 kg. A tela desse notebook era monocromática e tinha apenas 10 polegadas com resolução de 640 x 480 pixels. Comparativamente com os notebooks das concorrentes diretas, como Microsoft, o Macintosh Portable saía na frente.

PowerBook 100

No ano de 1991 o Mac Portable saiu da linha de produção sendo substituído pelo PowerBook 100 que era bem mais avançado. Um dos diferenciais dessa máquina era o fato de vir num case de plástico que ficava preso por dois parafusos. Um dos pontos negativos dessa máquina era que apresentava possibilidades de expansão quase nulas. O seu preço de mercado era nada menos do que US$ 6.500,00 restringindo bastante o público consumidor.

De Tijolão a Modelo Fininho

Conforme o tempo foi passando os notebooks, não só da Apple, foram se transformando e ficando cada vez mais finos. Atualmente, temos realmente computadores portáteis que podem ser levados para diferentes lugares. A praticidade dos notebooks era um objetivo desde o início do fabrico desse tipo de equipamento, mas somente foi concretizado nas duas últimas décadas com a redução do tamanho dos sistemas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Eletrônicos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.