A Revolução Dos Processadores

Qual o processador do seu computador? Você sabe? Essa pergunta muitas vezes pega muitos usuários digitais de surpresa. A grande maioria das pessoas não se preocupa com esse tipo de detalhe no interior da sua máquina. A outra maioria não sabe o que realmente significa o nome e os detalhes técnicos dos processadores disponíveis no mercado. Você com certeza se surpreenderia ao conhecer a maior revolução, quando o assunto é processadores de computador, que ocorreu justamente quando se parou de aumentar a velocidade dos processadores.

Velocidade

Processadores Mais Lentos

Qual a lógica nisso tudo então? Se os processadores ficaram mais lentos então como posso ter um computador tão melhor que o meu antigo? Não é tão simples assim. As grandes empresas não começaram a só abaixar a velocidade dos processadores e vendê-los mais caro. Longe disso. A jogada de mestre é baseada no conceito do “dividir para conquistar”. Os grandes fabricantes de processadores para computador notaram, e isso não ocorreu há muito tempo, que não havia mais como melhorar suas unidades de processamento. Chegou-se a um momento em que aumentar a velocidade dos processadores já não afetava o desempenho da máquina e os efeitos colaterais eram grandes demais.

A Revolução Dos Processadores

Problemas

Ao se falar de efeito colateral deve-se ter em mente o maior problema que os fabricantes de computadores podem enfrentar: o aquecimento. Desde que se começou a fabricar máquinas com o poder de pensar em meados do século passado, o calor que essas mentes virtuais gerava sempre esteve em discussão. Não se pode criar uma unidade de processamento baseada em semicondutores como atualmente é feito sem que seja gerada uma quantidade significativa de calor. Daí a necessidade do cooler no seu desktop ou notebook, por exemplo. A idéia que revolucionou esse mundo então foi o chamado multicore. Múltiplos processadores trabalhando juntos. Os processadores à venda hoje no mercado intitulados Dual core, Core2Duo, i5, i7, fazem uso desse tipo de tecnologia. Trata-se de dois ou mais processadores, não necessariamente tão poderosos, trabalhando juntos, literalmente dobrando o poder de processamento da máquina.

Uma Coisa de Cada Vez

A idéia pode parecer estranha para a maioria dos usuários, mas a verdade por trás do funcionamento das unidades de processamento é que um processador só pode executar uma tarefa de cada vez, ou seja, o sistema intercala as tarefas que estão sendo executadas no momento para que o processador trabalhe com elas de acordo com a prioridade de cada uma. Mesmo processadores com velocidades absurdamente altas não se igualam à maioria dos processadores de núcleo duplo ou superiores, mesmo poderoso ele ainda é apenas um e só executa uma tarefa de cada vez, enquanto um processador de núcleo duplo executa duas tarefas de cada vez.

Historia do Computador

Pare e observe os detalhes dos computadores à venda no momento, você encontrará um número mínimo de computadores usando tecnologias de processamento de um único núcleo. O multi-processamento chegou para ficar.

Por Thiago Resende

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Sistemas Operacionais

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • procesador rapido

    clemente handuya 20 de Fevereiro de 2012 17:28
  • se eu dar eu vou adorar iso e vou amar

    clemente handuya 20 de Fevereiro de 2012 17:42
  • put please i will love and like

    clemente handuya 20 de Fevereiro de 2012 17:44
  • portuges porfavor ajuda me ingles please help me

    clemente handuya 20 de Fevereiro de 2012 17:48

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.