Em Que Pontos a Amazon Está Vulnerável?

A amazona é uma enorme rede online de vendas internacional. Foi fundada em 55 por Jeff Bezos vale hoje bem mais de cem bilhões de dólares.

História da Amazon

Como tantas outras empresas que fizeram sucesso e geraram muito lucro para seus donos a Amazon teve seu inicio em uma garagem dos EUA, mais precisamente em Seatlle no dia cinco do sétimo mês do ano de mil novecentos e sessenta e quatro, no início da fundação da Amazon, seus serviços eram exclusivamente online, porem a partir dos anos dois mil uma reviravolta mudou o rumo dos negócios dessa grande empresa. Jeff naquela época trabalhava no Wall Street e ao visualizar o crescimento das relações online iniciou sua brilhante ideia.

O processo de criação da marca Amazon não foi tão simples assim, Jeff afirmou que o primeiro nome que pensou para sua empresa naquela época foi “Cadabra”, na verdade esse nome chegou a ser registrado, mas por ordens de um advogado conhecido por Jeff ele acabou mudando o nome de sua empresa. O advogado acreditava que por mais que Jeff achasse que o nome seria original e daria uma ideia e algo magico, passava uma imagem de algo relacionado a cadáver, pelo nome.

Jeff declarou que o nome escolhido finalmente teve sua influência por conta do famoso Rio Amazonas, e se relaciona diretamente com o rio no quesito de que ele almejava que a empresa fosse tão grandiosa quanto esse rio.

Jeff era um engenheiro, e casado com MackEnzie, então iniciou a movimentação de sua empresa dentro de sua própria garagem. Inicialmente eles não tinham muitas ideais da proporção de vendas que teriam e quais os produtos iriam trabalhar para vender. Então juntamente decidiram que iriam iniciar seus negócios vendendo livros, por ser uma opção que conta com um catalogo de opções muito grande e opção de diversidade no preço.

Para que o site realmente tivesse um início o período de espera levou um ano, e ao começar todo o seu conceito de design era algo realmente dos anos noventa. Pessoas próximas de Jeff afirmavam que ele era um cara muito inteligente e metódico. Provavelmente por isso que para que seu site tivesse um início foram necessários doze meses e ao lança-lo.

O site logo no seu primeiro mês teve um numero de vendas muito grande, chegou a alcançar cerca de quarenta e cinco países. O avanço da Amazon foi muito rápido e três anos depois, em noventa e sete sua venda no mercado já ultrapassava a marca de cento e quarenta e cinco milhões em vendas, um verdadeiro marco para a empresa.

Por sua característica de ser muito metódico e querer sempre que sua empresa fosse a melhor no ramo em que se encontrava, a Amazon levou bons anos até que apresentasse resultados financeiros satisfatórios e que gerassem uma maior margem de lucro para investidores e acionistas. Isso porque Jeff acabava sempre investindo muito dinheiro no desenvolvimento da marca e isso acarretou uma demora de cerca de cinco anos para a empresa gerar lucros satisfatórios, apresentando então esse sucesso no ano de dois mil e um.

Como Jeff visava sempre a melhora de sua marca em mil novecentos e sessenta e oito ele acrescentou a seu catálogo online além de milhares de livros, CDs e DVDs. Isso foi um marco para a era digital daquela época, facilitando muito a vida de muita gente naquela época. Não satisfeito no ano seguinte, mil novecentos e noventa e oito, Jeff possibilitou que em sua loja estivessem disponíveis para compra brinquedos e diversos tipos de eletrônicos.

Em dois mil um outro marco na empresa pode ser observado. Acrescentou-se ao catalogo lojas de terceiros que disponibilizavam itens para o consumidor, no site da Amazon, mas de forma terceirizada. Eles acertavam uma certa taxa que deveriam pagar a Amazon, pela venda dos seus produtos, e utilizavam o site da marca como sua loja, isso se chama Marktplace e hoje é muito comum em todo o mundo, apesar de a Amazon ainda ter grande nome nesse quesito.

O ano de dois mil apesar de ser muito vantajoso para a Amazon também teve seus grandes prejuízos. Isso porque os valores das bolsas de ações de mercados online estavam tão em alta que superou todos os limites e apresentou uma queda drástica, devido a um estouro dessas mesmas ações.

Sabe-se que muitas empresas que trabalhavam nesse ramo com a queda das ações não se recuperaram tamanho prejuízo. A ações da Amazon naquela época valiam pouco mais de cem dólares, e com a queda da bolsa seus valores chegaram a misera quantia de seis dólares. Esse foi um período muito difícil para a empresa e exigiu da equipe muito esforço, para levantar a marca novamente, principalmente porque a partir dessa perca de valor comercial os diretores se viram obrigados a demitir uma grande parte da equipe da Amazon.

Obvio que quando falamos de Jeff ele não iria parar por aí o lançamento de sua marca, e mesmo com todas as dificuldades financeiras que eles passaram nos anos dois mil, em dois mil e cinco ele anunciou uma nova forma de se utilizar o site da Amazon.

Assinatura Premium:

Essa assinatura dava possibilidade de o cliente receber suas encomendas de forma mais ágil e proporcionar ao seu cliente ofertas diferentes, que não estavam disponíveis para clientes regulares. Após algum tempo anunciaram que ao se tornar cliente Premium o acesso a uma plataforma de vídeo seria liberado, onde o cliente estaria disponibilizado a assistir diversos filmes e documentários.

Os ramos que a Amazon atingia aí eram muitos, e com isso a empresa podia trabalhar muito bem sua versatilidade. Porem, no ano seguinte Jeff já almejou uma nova oportunidade de fazer dinheiro e alavancar ainda mais sua empresa. Ele criou o serviço Amazon Web Services, uma plataforma que disponibilizava a venda de armazenamento de conteúdo na internet.

Hoje a Amazon oferece centenas de serviços e ainda continua uma das plataformas de compra digital mais utilizada pelas pessoas ao redor de todo o mundo.

Erros da Amazon

Você já deve estar ciente de qual será o primeiro erro que citaremos sobre essa grande marca, e se não souber disso a Amazon já lançou um celular!

Mesmo que não tenha sido produzido diretamente pela Amazon, o smartphone carregava com si o peso da marca; se chamava Fire Phone e foi lançado em dois mil e quatorze, era um smartphone todo trabalhado com o design que dava impressão de imagens e três D, reconhecia imagens de objetos e te levava direto para a plataforma digital de compras da Amazon.

Apesar de apresentar essas características o celular da Amazon não surpreendia em outros quesitos, usuários reclamavam que o design do aparelho não tinha nada de inovador, frente a outros aparelhos e as especificações técnicas do aparelho eram extremamente básicas. Após o fiasco da compra e produção desses smartphones a amazona não voltou a produzir aparelhos celulares que levavam seu nome.

Apesar de erros assim terem sido cometidos a Amazon hoje vem com projetos muito interessante e que podem dar muito certo, o primeiro deles é:

Prime Air

Esse serviço que a Amazon está estudando para disponibilizar para seus clientes é muito interessante. Basicamente é um serviço de entrega de encomendas utilizando um drone;

Amazon GO

Esse é um projeto tanto quanto inovador e ousado, a Amazon visa construir uma loja/mercado onde não haja necessidade de que para servir e tratar dos clientes tenha humanos. Tudo na loja seria automatizado e robotizado. Ao realizar uma compra por exemplo não haveria necessidade de se ter uma pessoa responsável pela cobrança, tudo seria feita de forma automática; ao introduzir algum item no seu carrinho de compras o valor do mesmo já seria listado a ao final de sua compra você passaria seu cartão em algum lugar especifico e assim poderia ir embora.

O projeto mais atual e ousado da Amazon é o Echo, pois seu serviço de ajuda para a casa tem basicamente as mesmas funções da Siri e Cortana, gerando assim uma grande rivalidade entre as marcas que produzem esse aparelho. Ele serve como um auxilio também para a assistente pessoal Alexa. O aparelho realente é muito funcional e sua vendas foram muito positivas para empresa.

Amazon GO

Amazon GO

A Amazon Está no Brasil

Sim! Os fanáticos por compras online pode se alegrar, a Amazon chegou a um tempo em solo brasileiro e seus serviços iniciais foram oferecidos apenas com a venda de livros e apresar de parecer muito interessa no Brasil, a marca ainda não fez grandes avanços no mercado brasileiro, e isso acaba abrindo muitas frechas para a perca de dinheiro da empresa, no Brasil.

Vulnerabilidade da Amazon

Como primeira característica de vulnerabilidade da Amazon no Brasil, podemos citar o aparente desinteresse da marca em alavancar seu mercado.

Ao chegar no brasil e anunciar que seu principal ramo de trabalho no país seria a venda livros, algumas empresas que também trabalham dessa forma se viram ameaçadas e se posicionaram contra a marca. De lá pra cá não se viu grandes avanços na plataforma desse site, e mesmo que disponibilizando outras pequenas coisas para compra no site, a Amazon se torna vulnerável a outros sites com Mercado Livre, OLX e etc. por não apresentar mais possibilidades de compras de produtos dentro do país, abrindo então frechas para outras marcas se sucederem.

A Amazon se vê em uma batalha diária com outras varejistas online que tentam a todo custo superar suas vendas. A principal concorrente da Amazon, e o Wal-Mart, uma grande rede de lojas online que trabalha também com baixos preços, o que faz a Amazon concorrer diretamente com essa marca. E este também pode ser um ponto considerado uma certa vulnerabilidade dessa grande marca no mercado de vendas.

Por conta dessa grande competividade dessas marcas elas se veem sempre com a necessidade de estar sempre se renovando e criando novas oportunidades de negócios. Inclusive, elas estão sempre criando novos depósitos que irão facilitar a vendas, fazendo com que a entrega possa ser mais rápida para seus clientes.

Uma grande vulnerabilidade da Amazon é que ela em alguns setores apresentam uma certa margem de prejuízo e isso realmente não é só com ela.

Apesar de todos essas vulnerabilidades a Amazon é uma grande marca varejista e funciona em todo o mundo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Noticias

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.